O que é Literatura?
   Literatura no Brasil
  Biografias
  Quinhentismo
    Literatura Jesuítica
  Barroco
    Arte Barroca
    Características
    Barroco no Brasil
    Autores
  Arcadismo
    Autores
  Romantismo
    Características
    Poesia - autores
    Prosa - autores
    Teatro
    Quadro resumo
  Realismo e Naturalismo
  Laifis de Literatura
   [+] Mais

  Jogos on-line
  Exercícios resolvidos
  Provas de vestibular

  Área dos Professores
  Biblioteca Virtual
  Glossário
  Linguagem literária

  Curiosidades
  Linha do tempo
  Links interessantes
  Notícias
  Fale conosco

 
Busca Geral

 

Antônio Vieira (1608 – 1697)

 

Antonio Vieira nasceu em Lisboa, no ano de 1608, e veio ao Brasil aos seis anos de idade juntamente com sua família, que se fixou na cidade de Salvador. Anos mais tarde, matricula-se no Colégio dos Jesuítas onde estuda principalmente retórica, filosofia, matemática e teologia. Ingressa na Companhia de Jesus em 1623 e, após lecionar retórica, ordena-se sacerdote no ano de 1634 e prossegue pregando sermões nas igrejas de Salvador.

Defensor dos direitos humanos, dos indígenas, dos judeus, dos cristãos-novos e da abolição da escravatura, Padre Antonio Vieira, além disso, criticou severamente alguns aspectos da Igreja e da Inquisição. Em um de seus sermões mais famosos, o da Sexagésima, o padre, munido de metáforas, traz a ideia contida na Parábola do Semeador para reforçar a premissa de que um dos problemas da Igreja está naqueles sacerdotes que não se esforçam em disseminar a palavra de Deus.

Volta para Portugal no ano de 1641 como diplomata após a Restauração da Coroa contra a Espanha. Volta para o Brasil e instala-se no Maranhão. Lá, desentende-se com os senhores de escravos, pois era de opinião contrária à escravidão indígena, e decide voltar para Lisboa. Em Portugal, defende os judeus, o que lhe rendeu dois anos de prisão pela Inquisição em Coimbra. Após ser anistiado, vai a Roma, onde consegue influência junto ao alto escalão da Igreja Católica.

Regressa ao Brasil em 1681 decidido a organizar a publicação de seus sermões, em 16 volumes, e permanece em Salvador até falecer em 1697.

 

Obras

Considerado um mestre na retórica e oratória, Vieira é conhecido pelos seus sermões, pelas cartas e por um livro de profecias não concluído. Sua obra continua sendo estudada nos dias de hoje não apenas no Brasil, pois Padre Antonio Vieria é um importante autor para as letras de língua portuguesa.

Antonio Vieira escreveu cerca de duzentos sermões durante toda sua vida. Dentre eles, os mais famosos são: da Sexagésima, da Quinta Dominga da Quaresma, de São Pedro, pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Conta as de Holanda, do Bom Ladrão, de Santo Antônio aos Peixes, dentre muitos outros. São escritos em estilo conceptista, utiliza-se da retórica para trabalhar suas ideias e conceitos.

Conhecido também pela sua vasta troca de correspondência, que somam mais de quinhentas cartas sobre o relacionamento entre Portugal e Holanda, sobre a Inquisição e a situação da Colônia.Em suas profecias, percebe-se o Sebastianismo, que é a crença no retorno de D. Sebastião a Portugal para transformá-la novamente em uma grande potência.

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Literatura. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.