O que é Literatura?
   Literatura no Brasil
  Biografias
  Quinhentismo
    Literatura Jesuítica
  Barroco
    Arte Barroca
    Características
    Barroco no Brasil
    Autores
  Arcadismo
    Autores
  Romantismo
    Características
    Poesia - autores
    Prosa - autores
    Teatro
    Quadro resumo
  Realismo e Naturalismo
  Laifis de Literatura
   [+] Mais

  Jogos on-line
  Exercícios resolvidos
  Provas de vestibular

  Área dos Professores
  Biblioteca Virtual
  Glossário
  Linguagem literária

  Curiosidades
  Linha do tempo
  Links interessantes
  Notícias
  Fale conosco

 
Busca Geral

 

 

Glossário

 

A

 

Ambiente

É um dos elementos da narrativa. O ambiente é o cenário onde as ações presentes no enredo desenvolvem, é também onde circulam os personagens. O movimento literário naturalista é conhecido por desenvolver o ambiente de seus romances ao estabelecer que os personagens são determinados pelo meio, pelo momento e pela raça nos quais estão inseridos. Como exemplo de romance naturalista brasileiro em que o ambiente (o meio) é fundamental na trama, citamos O Cortiço (1890), de Aluísio Azevedo.

 

Arcadismo

Também conhecido como Setecentismo e Neoclacissimo, o Arcadismo é uma escola literária surgida na metade do século XVIII, concomitantemente com o chamado Século das Luzes, cunhado em função das ideias presentes no Iluminismo, e da Revolução Burguesa. Logo, a influência francesa é predominante no período. Seu nome faz referência à região da Arcádia, na Grécia Antiga, posteriormente transformada em um lugar imaginário onde predominavam a simplicidade, a felicidade e a vida pastoril juntamente à natureza idílica.


No Brasil, o movimento também é conhecido como Escola Mineira, por ter se desenvolvido na região das Minas Gerais cuja cidade Vila Rica (atual Ouro Preto) é palco das principais acontecimentos históricos da época envolvendo os literatos, dentre eles a Inconfidência Mineira.

Há um retorno à estética clássica juntamente com a adoração da natureza, o que faz com que seus autores idealizem uma vida no campo, longe do ambiente urbano, e criem pseudônimos pastoris inspirados na mitologia Greco-romana. Tem como principais características os versos em forma de soneto, versos decassílabos, a rima optativa e o estilo épico. Além disso, há a retomada do classicismo e do renascimento, da mitologia pagã, além do uso de expressões em latim que caracterizam a poesia bucólica.

Referência:
NICOLA, José de. Literatura Brasileira: das origens aos nossos dias. São Paulo: Editora Scipione, 2001.

 

 

Autor

Num primeiro momento, diz-se que o autor é a fonte criativa e individual de determinado texto escrito. Porém, essa definição sofreu diversas contestações ao longo do tempo, pois o fato de um escritor produzir determinado texto escrito não garante autoridade para a interpretação do mesmo. Em outras palavras, ideias como a do "o que o autor quis dizer?" são armadilhas para a literatura, pois há diversas maneiras de ler e interpretar um texto, e não uma única e definitiva. Já determinados aspectos biográficos do autor podem produzir algumas chaves de interpretação de leitura como, por exemplo, quando se analisa o contexto social em que o autor estava inserido, seu gênero, sua classe social, seu ponto de vista político etc.




A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 Só Literatura. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.